quarta-feira, 18 de Janeiro de 2012

A minha tia bateu-me uma punheta

Ola a todos. O que vou contar aconteceu o verão passado. Como era habitual fui passar uns dias a casa da minha tia, para lhe fazer companhia porque o meu tio já não esta entre nós e ela nunca teve filhos. Costuma-mos ir ate a praia na parte da manha. Depois da praia tomo banho no quintal onde a minha tia tem uma mangueira. Desde pequeno que gosto de tomar la banho e já não era a primeira vez. Sempre tive muita intimidade com a minha tia, não me importo que ela me veja nu, coisa que já aconteceu muita vez. Como sempre la fui para o quintal tomar banho. Mas desta vez tinha-me esquecido de ir buscar toalha então pedi a minha tia para me dar uma, para azar meu na altura em que lhe pedi a toalha comecei a ficar com o pau duro e quando a minha tia me veio dar a toalha ela me viu com o pau duro. Fiquei um bocado envergonhado em tentei esconder o meu pau com as maus, mas foi sem sucesso continuava-se a ver. A minha tia veio ate mim e disse que não havia problema que podia tirar as mãos, porque ela já tinha visto muitas vezes um pau assim, não era a primeira vez. Ela tirou-me as mãos da frente e começou a mexer no meu pau, ate que me começou a bater a punheta. Eu estava a adorar nunca me tinham batido uma punheta tão boa. Ela começou a bater com mais força ate que me vim todo e gozei por todo lado, ate na cara dela. Começou a rir-se deu-me a toalha e foi-se embora

sábado, 14 de Janeiro de 2012

Comi a minha irma

Minha irmã com 12 anos
Minha irmã com 16 anos

Minha irmã a esquerda com 18 anos e minha mãe a direita
Minha irmã com 25 anos e cabelo pintado de preto
Ola pessoal.
A historia que vou contar é verídica e aconteceu o verão passado.
A minha família sempre teve o habito de irmos a praias de nudismo desde que eu era muito pequeno. Por isso nunca tive vergonha de me verem nu nem a minha irmã e as vezes ate tomava-mos banho juntos. A minha irmã sempre teve um corpo muito bom. Bons seios, uma bunda muito boa. E sempre senti um pouco de tesão por ela e acho que ela já sabia disso. Certo dia depois de virmos da praia os meus pais foram comprar as coisas para fazer um churrasco e eu e a minha irmã ficamos em casa a tomar banho. Fomos os dois para a banheira tomar banho. Algum tempo depois a minha irmã pediu-me para ir para trás dela e lavar-lhe as costas. Eu fiz exactamente o que ela tinha pedido mas o que eu não estava a espera é que ela me pedisse para lhe lavar o bundão. Mas sem qualquer demora pus gel de banho na mão e passei naquele bundão lindo. Aquilo estava-me a deixar excitado então comecei a ficar com o pau duro. Ela reparou e começou a provocar-me, ela começou a roçar  o seu bundão no meu pau duro. Ela de repente disse: nossa você ta com um pau bem duro. E eu respondi-lhe: é você que me deixa assim. Ela sorriu e continuou a tomar banho e eu continuava com o pau duro e a olhar para aquele corpo fantástico. Não aguentei  mais e disse-lhe que estava desejoso para enfiar o meu pai na sua buceta e ela olhou para mim e disse: tava a ver que nunca mais dizias isso ja estava aqui a ficar toda molhada com vontade de fuder você. Comecei a enfiar o meu pau naquela cona molhada com toda a força que tinha e ela começou a gemer e a pedir por mais. Ja estávamos naquilo a um bom tempo ate que eu ia esporrar e disse-lhe. Ela tirou o pau da cona e disse-me: quero provar o seu leitinho, va vamos mete esse pau na minha boca e da-me esse teu leitinho. Eu pus-lhe o pau na cona e sem aguentar mais esporrei-me todo, a boca dela tava toda coberta de porra. Ela engoliu e disse que queria repetir a experiência, passado isto continuamos o banho cheios de tesão. La em cima estão umas fotos da minha irmã nua.

quarta-feira, 11 de Janeiro de 2012

Comi a minha professora

Hoje estava a fazer teste de inglês. A professora tinha a suspeita de que eu andava a usar cabulas porque nunca fui muito bom aluno a inglês e nos últimos testes tinha tido resultados maravilhosos. Para ser sincero não tinha usado cabulas nem naquela altura estava a usar, mas a professora, que se chama Ana, 30 anos, loira, 1.70, tem uns peitos normais e um bom rabo, pensava que andava a usar cabulas. Durante o teste a professora viu que estava sempre a olhar para baixo e ela pensou que estivesse a ver as cabulas. Ela perguntou-me se eu estava a usar cabulas eu neguei mas a professora não ficou convencida que eu estivesse a dizer a verdade e pediu-me para me por de pé para ela ver se tinha cabulas. Olhou para mim e não viu nada, eu numa de gozão perguntei se queria que eu me despisse para ela ver melhor e a professora disse que sim mas pense que ela estivesse a brincar e voltei a sentar. Mas de repente a professora chamou-me e disse que não estava a brincar e pediu-me para me despir. Eu disse-lhe que ali não me despia, só me despia se fosse na casa de banho. Ela chamou uma funcionaria e pediu-lhe para ficar a vigiar o resto da turma que estava a fazer teste. Veio comigo ate a casa de banho. Despi-me todo. ate os boxers coisa que ela não estava a espera que eu fizesse e ficou muito admirada de eu fazer aquilo. Ao ver a reacção dela perguntei-lhe: "não era isto que a professora queria que eu fizesse? simplesmente despi-me tal como a professora pediu" Ela ficou a olhar para o meu pénis. Peguei na mau dela e pus no meu pénis para ela sentir o tesão com que eu estava. Olhou para mim e disse. "o que estamos a fazer é errado" e eu respondi-lhe: "não importa só quero fuder voce" Ela sorrio e começamo-nos a beijar na boca, apalpei-lhe os seios e a bundinha. Comecei a passar a mão na sua vagina por dentro das calças e pude sentir o quanto ela estava molhada. Ajuelhou-se e começou a chupar o mau pau. Eu estava gostar tanto daquele momento e chupava-me o pau com prazer metia-o todo na boca, ate la ao fundinho. Tirou a roupa e pediu-me para lhe enfiar o meu pau na vagina. Não resisti mais e enfiei bem fundo. Ela gritava de prazer, a nossa sorte é que a casa de banho ficava longe das salas de aula e ninguém nos ouvia. Ela pediu-me para enfiar com mais força não aguentei mais e acabei por gozar na vagina dela. Reparamos  nas horas e vimos que a aula já estava quase a acabar vestimo-nos e fomos a correr para a sala. no final da aula fui ter com a professora e sorri-lhe e ela sorriu-me de volta.

domingo, 25 de Dezembro de 2011

Amiga da minha irmã nua

Ola caros leitores. o que vou contar passou-se a mais ou menos dois meses. Estava a chegar a casa e sabia que a minha irmã tinha convidado uma amiga para passar la o fim de semana, por isso, estava ansioso para a conhecer. Entrei em casa e vi elas estavam no quarto fui la ter e estava sentada na cama da minha irmã a sua colega. Não consegui deixar de reparar que tinha uns grandes peitos, uma bundinha perfeita e bem definida.
Levantou-se e veio cumprimentar-me apresentei-me e ela apresentou-se. Nunca tive problemas de socialização com raparigas nem tinha vergonha de falar com elas. Passei o resto da tarde com elas falamos sobre um pouco de tudo, jogamos as cartas, etc. No dia seguinte (sábado) de manha como era normal os meus pais foram as compras e eu aproveito para dormir. A amiga da minha irmã (Rita) decidiu ir tomar banho. Eu acordei, ainda estava meio sonolento fui ate a casa de banho para urinar, não reparei que nessa altura a casa de banho estava a ser utilizada pela Rita e entrei. Assim que entrei olhei para a frente e la estava a Rita toda nua a esfregar os seus peitos com gel de banho. Ela assustou-se e ainda tentou tapar-se mas não conseguiu ficava a ver-se alguma coisa. Eu sai da casa de banho fechei a porta e fui para o meu quarto pensar no que tinha visto. A Rita depois do banho, meio envergonhada, veio ter comigo e pediu-me para não contar a ninguém o que tinha acontecido